O Ministério da Economia (ME) publicou nesta sexta-feira (8), uma Portaria que autoriza a nomeação de 30 candidatos aprovados no último concurso para Oficial de Chancelaria. O certame, com edital de 2015, teria vencimento na próxima segunda-feira (11). Durante todo o ano passado, o Sinditamaraty fez frente à convocação dos candidatos excedentes, mobilizando o poder público quanto a urgente necessidade da recomposição do quadro de servidores do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

 

“Este é um momento muito importante para nós. Trabalhamos arduamente para sensibilizar a todos sobre esse concurso, a fim de não perdermos nenhum novo servidor. O quadro de pessoal do Itamaraty carece de um implemento há anos. A nossa luta, quanto entidade sindical, continua até revertermos essa lacuna existente nos postos, nos escritórios regionais e na Secretaria de Estado”, afirmou o presidente do Sinditamaraty, João Marcelo Melo.

 

Entenda

O último concurso para Oficial de Chancelaria teve edital publicado em 2015, mas somente em 2017, os 60 primeiros aprovados foram nomeados pelo então Ministério do Planejamento. Quase um ano depois, em abril de 2018, o MRE solicitou a nomeação de mais 30 candidatos, que aguardavam, até o momento, a autorização do Ministério da Economia.

 

O membro da Comissão dos Aprovados, Pedro Franco, relembra a luta dos candidatos.   “Foram anos de labuta, de trabalho, para que a gente conseguisse esta nomeação e ela chegou. O Sindicato teve um papel essencial para este momento, seja na interlocução com o próprio MRE, seja na interlocução com o Ministério da Economia”, contou.

 

Os nomes dos novos Oficiais de Chancelaria devem ser publicados no Diário Oficial da União (DOU) na próxima segunda-feira (11).

Acessar
x
x
x