Em mais um ofício para a Secretaria de Gestão Administrativa (Sgad), protocolado nessa terça-feira (28), o Sinditamaraty reforçou a necessidade de trabalho remoto para as atividades consideradas não essenciais nos postos, como a retirada da série telegráfica. Segundo o documento, mesmo com as recomendações da Portaria nº 166, do último dia 15, o deslocamento dos servidores para o desempenho desse tipo de função continua alto – movimentação que coloca em risco a saúde deles, bem como a de suas famílias.

 

Para preservá-los, a entidade solicitou que a Administração reforce aos chefes dos postos a necessidade do cumprimento das orientações do Ministério das Relações Exteriores (MRE) para este momento de pandemia, reforçando que a presença do servidor nos postos do exterior deve ocorrer, estritamente, quando for necessária.

 

Leia mais no ofício. Acesse aqui.

Acessar
x
x
x