Com o objetivo de colaborar na construção de uma prática administrativa qualificada, integrada, estratégica, colaborativa e ética no Ministério das Relações Exteriores (MRE), o SINDITAMARATY protocolou, nesta terça-feira (9), no Departamento do Serviço Exterior, uma minuta de lei que moderniza o Serviço Exterior Brasileiro.

A proposta, resultado de um trabalho intenso e colaborativo, considerou dados da pesquisa “Riscos Psicossociais Relacionados ao Trabalho no Itamaraty”, concluída no início deste ano pelo Laboratório de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho da Universidade de Brasília (UnB), a pedido do SINDITAMARATY. Também ficou disponível para avaliação de todos os servidores do Ministério e levada à apreciação em assembleia ordinária. Foi aprovada com mais de 92% dos votos.

A expectativa é de que a administração do MRE leve em consideração a legitimidade da proposta e o esforço dispensado para sua elaboração. “Esse projeto é fruto de muita dedicação. Ele representa o nosso posicionamento político e tem premissas que são verdadeiras pedras preciosas das quais não abriremos mão, como o espaço de atuação das carreiras, a previsibilidade, a impessoalidade e a valorização dos servidores”, destacou a presidente do SINDITAMARATY, Suellen Paz.

Juntamente com a minuta de lei, o SINDITAMARATY protocolou uma exposição de motivos e um quadro comparativo às leis vigentes com as justificativas para cada mudança proposta, que está disponível para consulta dos filiados na aba documentos da área privativa do site.

Seguem os caminhos: Área filiado / Documentos / pasta RJSEB ou http://www.sinditamaraty.org.br/documentos/category/17-rjseb