Com objetivo de mapear os riscos psicossociais aos quais os servidores do Ministério das Relações Exteriores estão expostos, o SINDITAMARATY solicitou uma pesquisa ao Laboratório de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho da Universidade de Brasília (UnB).

O estudo Riscos Psicossociais Relacionados ao Trabalho no Itamaraty traz recomendações para subsidiar as políticas e práticas institucionais de prevenção e promoção da saúde do servidor.

 O relatório final da pesquisa pode ser conferidoaqui